Como é feita a vistoria do seguro? Descubra agora!

vistoria do seguro
3 minutos para ler

Nem sempre sabemos lidar com os imprevistos, então é importante garantir que teremos toda a assistência necessária nessas horas, concorda? Mas você já parou para pensar em como a vistoria do seguro é feita?

Afinal, é uma etapa necessária para a contratação de um plano para cobrir os riscos a que o automóvel está exposto. Por isso, decidimos explicar como esse tipo de vistoria funciona e quais são os detalhes em que você precisa ficar de olho. Vamos lá?

Como funciona a vistoria do seguro?

A vistoria do seguro serve para analisar o nível de risco que uma seguradora tem ao segurar o seu carro. Afinal, todo veículo está sujeito a incidentes. Entre eles estão fatores como raios, incêndios, roubos, danos naturais e por aí vai.

Isso faz com que a empresa investigue para saber se está fazendo um bom negócio. A constatação vai desde a própria existência do automóvel até seu estado de conservação. Nesse sentido, são analisadas as possíveis falhas na busca de irregularidades.

Como esse processo é feito? Tudo começa com a contratação de uma empresa terceirizada especializada no assunto. Geralmente, uma ECV, isto é, uma Empresa Credenciada de Vistoria — sempre com peritos experientes e qualificados.

Quais são os itens avaliados em uma vistoria de seguro?

Documentação

Certifique-se de que está tudo “ok” com a documentação do veículo. Isso porque as irregularidades no CRLV (Certificado de Registro e Licenciamento do Veículo) podem provocar problemas para a seguradora aceitar o carro.

Emplacamento

O emplacamento do carro também é conferido na hora da vistoria. A razão é simples — a placa é o “código de identificação” do automóvel e ajuda a identificar os autores de infrações de trânsito, além de contar para o rodízio.

Chassi

Você já deve ter visto nos noticiários algum caso de chassi adulterado, não é? Essa é uma forma de falsificação bem comum. O código conta com 17 caracteres e identifica dados de fabricação do carro.

Qual é a importância de estar em dia com essa vistoria?

O ponto principal da vistoria do seguro é a possibilidade de estar coberto em relação aos vários riscos de ser proprietário de um automóvel em um país com criminalidade razoável. Isso não serve apenas para roubo — existem coberturas adicionais que indenizam para vários outros riscos.

Entre eles, o risco de acidentes e colisões. O Brasil também conta com um número alto desse tipo de ocorrência, e os danos podem prejudicar seu bolso. Logo, nada como ter esse prejuízo ressarcido, certo?

A vistoria do seguro não é um processo tão complicado. Existem muitos benefícios que vão além da mera contratação do plano. Aqui, entram fatores como a verificação do estado de conservação do carro e a contribuição para sua segurança.

Se você ainda não sabe por onde começar na hora de passar por esse processo, pode buscar uma empresa especializada em vistoria cautelar ou prévia. Assim, seu carro vai ser vistoriado por profissionais que realmente contam com olho clínico para isso.

E você? O que acha de contar com a parceira de uma franquia especializada para fazer vistorias seguras e confiáveis? Entre em contato com a gente!

Você também pode gostar

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.