Warning: Invalid argument supplied for foreach() in /home/blogolhovivovist/public_html/wp-content/themes/gillion/inc/static.php on line 177

Blog

Vistoria de identificação veicular: ela é necessária ao mudar de cidade?
Vistorias

Vistoria de identificação veicular: ela é necessária ao mudar de cidade?

Se você já pensou em comprar ou vender um carro, deve ter ouvido falar na vistoria de identificação veicular. Por meio dela, são analisados fatores como numeração do chassi, placas, estrutura, itens de segurança, e por aí vai.

Mas será que é preciso vistoriar ao mudar de cidade? Pode parecer uma pergunta inusitada, mas a resposta surpreende algumas pessoas. É justamente o que você vai ver neste post. Vamos lá?

O que é a vistoria de identificação veicular?

A vistoria de identificação veicular também é chamada de “vistoria de transferência”. Isso porque é realizada, na maior parte das vezes, em momentos de compra e venda. O objetivo é garantir que a condição do carro é regular, assim como a de sua documentação.

O procedimento é requisitado pelo Código de Trânsito Brasileiro (CTB) para uma variedade de situações e conta com algumas regras. Nesse tipo de vistoria, é emitido um laudo cautelar veicular — o qual relata o estado do veículo e certifica suas condições.

Quem faz a vistoria? De forma geral, Empresas Credenciadas de Vistoria (ECV). O procedimento é diferente na inspeção veicular e conta com um perito técnico. No caso da inspeção, o trabalho é feito por um engenheiro certificado de acordo com o Contran e Conama.

A vistoria é necessária ao mudar de cidade?

Diferentemente do que muitas pessoas pensam, a vistoria não é necessária apenas em casos de transferência. Você também vai precisar submeter o carro caso mude de município. Qual é a razão disso?

A resposta é simples. A transferência provoca uma alteração no Certificado de Registro do Veículo (CRV), não é? Essa é uma das razões pelas quais chegou a ser chamado de Documento Único de Transferência (DUT).

Então, a mudança de cidade também provoca a emissão de um novo CRV. Por exigir essa atualização, também passa a requisitar uma nova vistoria. É preciso comprovar que o carro está em bom estado para circular.

Como a vistoria funciona?

A vistoria leva em conta vários quesitos de forma minuciosa. Um dos objetivos é evitar fraudes na hora da compra, certo? Então, os documentos do carro e o histórico de proprietários também são levados em conta, assim como sua procedência.

Os números do motor e do chassi são observados em busca de sinais de adulteração. A vistoria também avalia o odômetro, já que é por meio dele que as fraudes de quilometragem são feitas. Ainda existe uma busca jurídica para definir como foi a aquisição — leilão, roubo, apreensão, compra, e por aí vai.

A vistoria de identificação veicular pode ser exigida em vários contextos diferentes que vão muito além da transferência. Boa parte das vezes, a exigência tem relação com as mudanças no CRV, bem como é indispensável para alterações no veículo ou mudança de categoria.

Não se esqueça de verificar se seu CRV está em dia. Não é de porte obrigatório — ainda assim, o ideal é mantê-lo guardado em um lugar acessível para quando precisar do documento. No caso de seu extravio, você pode emitir uma segunda via solicitando no site do Detran.

O que acha de fazer sua vistoria com a parceira de pessoas experientes no assunto? Então, entre em contato com a gente!

Related posts

Deixe uma resposta

Required fields are marked *