fbpx

Subscribe Now

* You will receive the latest news and updates on your favorite celebrities!

Trending News

4 pontos a considerar para não cair no golpe do veículo clonado
Veículos

4 pontos a considerar para não cair no golpe do veículo clonado

Muitos brasileiros estão apostando na compra de automóveis seminovos para terem uma alternativa de locomoção por um preço mais acessível. Porém, essa escolha pode fazer com que você seja vítima de um golpe cada vez mais praticado no país: o do veículo clonado.

Sem dúvida, trata-se de uma situação bastante desagradável para os que procuram, de forma honesta, adquirir bens por meio do trabalho. Por isso, é necessária muita atenção para não cair no golpe da clonagem de veículos.

Neste post, destacamos 4 fatores importantes para você entender como funciona esse crime e evitar ser prejudicado por essa forma de delito. Confira!

1. Entenda como funciona o crime do veículo clonado

Normalmente, a clonagem ocorre com um veículo roubado. Esse automóvel tem o chassi e os itens de identificação modificados para posteriormente ter a documentação formalizada. Assim, há a sensação de que o bem está dentro dos requisitos da lei. Isso porque a placa é duplicada e dados relacionados a cor, marca e modelo são repassados para o Departamento Estadual de Trânsito (Detran).

Esse crime acontece com veículos muito parecidos com os originais. O procedimento é adotado para dificultar ao máximo a identificação da clonagem. O delito é feito geralmente por encomenda, quando um criminoso deseja legalizar um automóvel roubado. Também pode ocorrer a pedido de vendedores que procuram lucrar, comercializando os carros por um valor abaixo do praticado no mercado.

A adulteração do veículo clonado abrange os caracteres (números e letras) do chassi, pois eles podem ser modificados. O chassi contém 17 caracteres alfanuméricos, sendo que alguns possibilitam uma falsificação quase imperceptível. Por exemplo, os números 3 e 5 podem ser modificados para o número 8. Já as letras F e P podem ser transformadas, respectivamente, em E e R.

2. Opte por uma vistoria preventiva

Se você está com receio de investir em um veículo usado, vale a pena optar por uma vistoria cautelar. Essa ação pode ajudá-lo a identificar eventuais irregularidades no automóvel. Por um laudo, é possível constatar falsificações que envolvem, por exemplo, outros itens de identificação, como etiquetas, data de peças e caixas de câmbio.

Powered by Rock Convert

A perícia também trabalha com a procedência do carro utilizando informações da Base de Índice Nacional (BIN). Esta possibilita verificar a numeração das peças e constatar se houve ou não alguma adulteração. As modificações indevidas no número das peças, chassis e motores podem ser observadas por um vistoriador. O indicado é procurar os serviços desse profissional para não adquirir um veículo irregular.

3. Veja dicas para evitar o golpe

Você pode perfeitamente evitar ser uma vítima do golpe do veículo clonado. Para isso, adote alguns procedimentos como:

  • deixar o carro em locais seguros, como estacionamentos pagos;
  • evitar que o automóvel fique em locais pouco habitados e com iluminação precária;
  • trafegar com o veículo em áreas monitoradas por câmeras de segurança;
  • investir em rastreadores e travas de segurança.

Essas ações e a contratação de uma vistoria preventiva são importantes para ter menos riscos de ser vítima do crime do automóvel clonado. Por isso, siga o velho ditado popular: prevenir é melhor do que remediar.

4. Saiba o que fazer caso seja vítima do golpe

Se você descobrir que caiu no crime do veículo clonado ao receber uma multa indevidamente, é preciso manter a calma. Registre o Boletim de Ocorrência na delegacia mais próxima de sua residência e esteja com a documentação do carro que confirma a compra de maneira idônea. Também apresente a notificação da multa de trânsito e fotos recentes do automóvel.

Com esses itens em mãos, entre com um recurso na Junta Administrativa de Recursos de Infrações (Jari) e no Conselho Estadual de Trânsito, caso seja viável. É preciso entrar com a defesa até o prazo de vencimento da multa.

Essa situação mostra que é fundamental ter muito cuidado para não cair no golpe do veículo clonado. Se você seguir os procedimentos destacados por nós, as chances de prevenir esse problema e de anular uma multa indevida são bem maiores.

Ficou interessado em conhecer melhor os serviços da Olho Vivo Vistorias Automotivas? Entre em contato conosco agora mesmo. Estamos à disposição para tirar todas as suas dúvidas sobre a conservação e a segurança do seu veículo!

Posts relacionados

1 Comentário

  1. José Osvaldo

    Gostei muito esse comentário do carro clonado.tomar muito cuidado na hora de comprar o veículo.

Deixe uma resposta

Campos obrigatórios *