fbpx

Subscribe Now

* You will receive the latest news and updates on your favorite celebrities!

Trending News

Como funciona o processo de vistoria de carros usados?
Vistorias

Como funciona o processo de vistoria de carros usados?

A vistoria de carros usados vem crescendo cada vez mais no mercado automotivo. Para quem busca a aquisição de um veículo em dia, seguro e com boas condições de uso, esse é um serviço indispensável.

A vistoria é diferente da inspeção de veículos, que tem uma abordagem mais técnica e até específica, por envolver os equipamentos do carro e análises mais aprofundadas de suas condições materiais. Você poderá conferir essas e outras informações sobre a vistoria de carros usados no post de hoje.

Preparamos um conteúdo completo para que você entenda o que é o processo de vistoria de carros, para que ele serve e por que é tão importante. Além disso, você poderá conferir como funciona a vistoria de carros. Vamos lá? Boa leitura!

O que é a vistoria de carros usados?

A vistoria de carros usados — também conhecida como vistoria cautelar ou preventiva — é o processo de avaliação do veículo por um profissional treinado para tal fim e com experiência na área. Para isso, o avaliador analisa alguns itens, utilizando-se de equipamentos como paquímetro e medidor de espessura, por exemplo, sem o aprofundamento de suas análises.

Ela funciona como um checape do veículo para conferir se está tudo em ordem e funcionando. O profissional responsável também realiza uma checagem dos documentos, de todo o histórico do veículo em questão, das gravações de chassi, motor e outros itens de identificação. São realizadas também vistorias externas.

Seja para transferir e regularizar o carro ou mesmo para licenciar aqueles veículos fabricados há mais de 5 anos, a vistoria de carros é obrigatória para alguns estados.

No entanto, essa etapa é diferente da inspeção de carros. Na inspeção, um técnico realiza uma avaliação mais profunda, envolvendo as condições do veículo e o manuseio dos equipamentos do carro, além, é claro, de contar com o apoio de máquinas de teste, que indicarão o funcionamento do veículo.

Porém, algumas empresas consideram o processo de vistoria de forma bem mais aprofundada, abordando uma espécie de inspeção em sua estrutura.

Para que serve o processo de vistoria?

O principal objetivo da vistoria de carros é evitar a aquisição de um veículo que não esteja de acordo com as especificações do seu fabricante. Além disso, é de responsabilidade desse processo que o veículo esteja apto para ser legalizado.

Com a vistoria, a pessoa que estará adquirindo o carro terá certeza de que ele está em condições seguras de uso e em dia, ou seja, regularizado. No entanto, esse procedimento não é executado apenas para a compra. Entre os tipos de vistoria de carros, estão:

  • laudo veicular;
  • vistoria prévia — cautelar ou preventiva ;
  • vistoria para transferência de veículos.

Qual a importância de fazer uma vistoria antes da compra?

O processo de vistoria garante o uso de um veículo em perfeitas condições de funcionamento, com a documentação em dia e menos riscos de problemas. Isso é assegurado por meio do certificado e pelo Selo de Inspeção emitidos quando o veículo é aprovado.

Se o veículo não for aprovado, o proprietário ainda recebe um relatório que esclarece todos os aspectos que precisam ser revistos antes de submeter o carro a uma nova avaliação.

Powered by Rock Convert

A vistoria cautelar ou preventiva não é obrigatória. Ela serve para o cliente garantir que seu veículo além de estar em boas condições de uso, não seja adulterado ou clonado. Além disso, ela aumenta a segurança do motorista do veículo, dos outros motoristas, pedestres e de todos os passageiros que vão ser transportados nele.

Dessa forma, manter o carro dentro dos padrões estabelecidos no processo de vistoria assegura o bem-estar de todos aqueles que estão envolvidos no trânsito.

Garantir que o veículo esteja rodando de acordo com a lei também é um fator de tranquilidade tanto para você, quanto para a sua família. De uma forma ou de outra, o processo de vistoria é uma etapa inteligente e responsável por contribuir para um trânsito mais seguro e com menos acidentes.

Como funciona a vistoria de carros?

Para garantir toda a segurança proposta pela vistoria, são avaliados os documentos do veículo, como o Certificado de Registro de Veículos (CRV) e o Certificado de Registro e Licenciamento de Veículos (CRLV), que precisam estar em condições regulares.

Ainda são checados os débitos, as eventuais restrições do veículo, informações de leilão, furto ou roubo e restrições. A partir disso, é emitido um laudo com o histórico do veículo e com os registros fotográficos realizados.

Entre os itens verificados estão:

  • número de identificação do chassi;
  • número de identificação do motor;
  • etiquetas e gravações nos vidros;
  • data de peças e mangueiras;
  • equipamentos obrigatórios e itens de segurança, entre outros

Na inspeção veicular, que aprofunda as observações, os itens avaliados vão bem além, incluindo aspectos mecânicos, elétricos, eletrônicos e estruturais. Trata-se de uma perícia técnica e minuciosa. Para isso, são levados em consideração:

  • a carroceria — são buscados indícios de batidas, reparações ou trocas de componentes, tais como plaquetas de identificação, selo de placa, placas, número do motor etc.;
  • a mecânica — é realizada a inspeção visual, procurando por vazamentos, estado das pastilhas de freio, suspensão, rodas e pneus, direção, escapamento etc.;
  • a rodagem — um test-drive avalia o funcionamento do carro, a direção, o câmbio, a embreagem, a suspensão e outros;
  • a elétrica — são verificados faróis, lanternas, iluminação interna, limpadores, luz de placa, entre outros;
  • a eletrônica — nessa etapa, a avaliação é do alarme, travas e vidros elétricos, sistema de som, comandos do painel, teto solar, acionamento de portas e outros.

O parecer técnico, junto de todos os dados levantados pela vistoria de carros, é confrontado com as informações da montadora, do Detran e de outros órgãos. Quaisquer divergências são alertadas para que a situação do veículo seja regularizada.

Por fim, algumas vistorias incluem uma busca completa pelo histórico dos proprietários do veículo, fornecendo uma linha de procedência até o momento da compra.

Com a emissão de um laudo que inclui todas essas informações, o contratante da vistoria recebe um relatório detalhado da situação do carro. Assim, pode decidir pela aquisição do veículo de maneira consciente e segura ou desistir da compra pelos mesmos motivos.

Agora que você já sabe como funciona o processo de vistoria, para que ele serve e qual a sua importância, fica mais fácil fechar negócio e trocar de carro, não é mesmo?

No entanto, se ainda estiver em dúvida sobre algum item relativo ao processo de vistoria, entre em contato conosco. Vamos ajudá-lo a fechar o melhor negócio!

Posts relacionados

Deixe uma resposta

Campos obrigatórios *