fbpx

Subscribe Now

* You will receive the latest news and updates on your favorite celebrities!

Trending News

O que é vistoria veicular e quais os tipos?
Vistorias

O que é vistoria veicular e quais os tipos?

Verificar a documentação e as condições de uso do carro é essencial em diversas situações, sobretudo para compra, venda ou contratação de seguro. A vistoria veicular foi criada justamente para isso: garantir que o automóvel esteja regularizado e apto a circular pelas vias do país.

Você já deve ter ouvido falar nesse procedimento, mas sabe exatamente como ele funciona? Para não deixar dúvidas, explicamos neste artigo tudo o que há de mais importante sobre a vistoria, do conceito aos principais tipos existentes. Quer saber mais? Confira a seguir!

O que é vistoria veicular?

Vistoria veicular é uma avaliação regulamentada pelos Departamentos Estaduais de Trânsito (DETRANs), com o intuito de verificar as condições de conservação e manutenção de motos, carros, ônibus e caminhões. O procedimento também atesta se a propriedade do veículo é legítima, avaliando a autenticidade das documentações.

A vistoria é necessária para processos de transferência de propriedade ou município, relacração, emissão de segunda via dos documentos e verificação das alterações das características do carro. A prática previne fraudes e modificações que estejam em desacordo com as normas do DETRAN, evitando que automóveis sem condições básicas continuem a circular pelo país.

Entre os itens avaliados na vistoria, estão:

  • documentação: Certificado de Registro de Veículos (CRV) e Certificado de Registro e Licenciamento de Veículos (CRLV);
  • itens de segurança: triângulo, extintores de incêndio etc.;
  • equipamentos obrigatórios: buzina, quebra sol, velocímetro, retrovisores, cintos de segurança, limpador de para-brisa;
  • altura da suspensão;
  • estado e modelo dos pneus;
  • película fumê (dentro das normas estabelecidas);
  • blindagem (deve estar especificada na documentação);
  • sistema de iluminação;
  • números do motor e chassi.
  • itens de identificação que complementam o chassi, como etiquetas e gravação dos vidros.

Vistoria x Inspeção

Muita gente pensa que vistoria e inspeção veicular são sinônimos, mas, na realidade, são procedimentos distintos. A vistoria é uma avaliação visual de aspectos como altura da suspensão e estado dos itens de segurança. A documentação também é checada, bem como histórico, gravações do chassi, carroceria e outros itens.

Já a inspeção é uma análise mais profunda, feita por um engenheiro ou técnico habilitado. O procedimento segue as normas do Conselho Nacional de Trânsito (CONTRAN) e do Conselho Nacional do Meio Ambiente (CONAMA), para verificar a segurança do veículo e o nível de emissão de poluentes e ruídos, respectivamente.

Para isso, são utilizados instrumentos de medição calibrados, que avaliam se os resultados estão dentro dos parâmetros definidos por lei.

A inspeção é necessária quando o dono deseja trocar componentes mecânicos do veículo, como o motor, ou instalar Gás Natural Veicular (GNV), por exemplo. Quem regula esse processo é o Inmetro, Instituto Nacional de Metrologia, que cumpre as normas dos órgãos citados e credencia empresas para prestação desse serviço.

Quais são os tipos de vistoria existentes?

Os tipos de vistoria veicular variam de acordo com o objetivo e as necessidades do proprietário. Veja, a seguir, todos os detalhes sobre cada um.

Vistoria prévia

Essa vistoria é feita na contratação do seguro do carro. A seguradora avalia as condições gerais do veículo para validar os dados incluídos na apólice. É uma forma de a empresa se certificar de que o carro está regularizado e pronto para circular sem restrições.

A vistoria prévia também é necessária quando há troca de seguradora, acréscimo de novas coberturas ou renovação do seguro após o vencimento.

Powered by Rock Convert

Vistoria cautelar ou de procedência

Ocorre quando um carro é colocado à venda por uma concessionária, revendedora ou proprietário particular. Como o próprio nome já diz, tem o intuito de verificar a procedência do veículo, protegendo os interesses de todos os envolvidos na transação.

É avaliado o estado geral do automóvel, utilizando critérios como nível de conservação e originalidade das peças. Também são verificados problemas como chassis ou motores adulterados, etapa importante para controlar a origem do veículo e verificar se ele não foi alvo de roubo no passado.

Além disso, é consultado o histórico do veículo na base de dados do DETRAN, para que ele chegue ao novo dono totalmente dentro da lei.

Vistoria de transferência

Essa vistoria é feita quando há transferência de documentação para um novo proprietário ou mudança de cidade. O veículo é avaliado para identificar adulterações e fraudes que o deixem em desacordo com a lei, como suspensão rebaixada e inconsistência nos dados cadastrais, entre outros problemas.

Estando tudo certo, é emitido um laudo de vistoria veicular seguindo as normas estabelecidas pelo DETRAN para ser apresentado na emissão dos documentos, o que garante tranquilidade ao dono do carro.

Vistoria móvel

A vistoria móvel é um serviço de avaliação a domicílio, ocorrendo fora dos estabelecimentos previamente regulamentados pelo DETRAN. As empresas que desejam oferecer essa opção aos seus consumidores precisam de uma autorização específica do órgão.

Normalmente, é feita em caminhões e veículos que pesam mais de 10 toneladas, por uma questão de comodidade tanto para o proprietário, quanto para o prestador de serviço. A prática também é comum em revendas de automóveis e pátios públicos.

Qual é a importância da vistoria veicular?

A vistoria veicular garante a liberdade de ir e vir do condutor. Por regularizar o veículo perante a lei, o procedimento permite que o proprietário do carro rode o país inteiro sem se preocupar com possíveis multas, taxas extras ou punições.

Além disso, a prática é de grande ajuda para tornar o trânsito mais seguro no país todo, já que verifica a procedência dos veículos e identifica problemas que podem prejudicar os motoristas, como ausência de iluminação e problemas nos retrovisores.

Afinal, você não gostaria de comprar um carro usado e descobrir que ele veio sem as luzes de freio ou cheio de multas tomadas pelo proprietário anterior, certo? Também seria péssimo sair da loja levando um veículo adulterado ou clonado. Nesses casos, a vistoria protege o comprador e evita dores de cabeça desnecessárias.

Agora que você já sabe tudo sobre vistoria veicular, que tal colocar o que aprendeu em prática? Certamente, surgirá o momento em que você precisará submeter seu carro a esse procedimento. Quando isso acontecer, use as dicas deste post e procure empresas autorizadas pelo DETRAN, que ofereçam avaliações de qualidade.

Para isso, descubra a nossa franquia mais próxima e confira nossos serviços! Assim, você garante que seu carro esteja em condições de rodar o Brasil sem nenhum empecilho!

Posts relacionados

1 Comentário

  1. Rodrigo Luiz Ramos da Silva

    Qual a polegada permitida do pneu do gol bola para transferência

Deixe uma resposta

Campos obrigatórios *