fbpx

Subscribe Now

* You will receive the latest news and updates on your favorite celebrities!

Trending News

Pensando em vender seu veículo? Veja o que pode gerar desvalorização do carro
Veículos

Pensando em vender seu veículo? Veja o que pode gerar desvalorização do carro

A desvalorização do carro pode ser um pesadelo para qualquer pessoa. Entre os bens móveis, os veículos estão entre os que perdem valor de mercado com impressionante velocidade, o que pode resultar em prejuízo financeiro para o dono do automóvel, se não houver muita atenção, especialmente na hora de vendê-lo.

Pensando nisso, vamos listar neste artigo quais são os fatores que implicam na desvalorização do carro e como você poderá lucrar ainda mais durante a venda do seu veículo. Além disso, vamos citar os motivos pelos quais um automóvel perde força no mercado.

Continue lendo este artigo e ganhe mais dinheiro na hora de vender seu veículo.

Por que ocorre a desvalorização do carro?

A depreciação de um automóvel ocorre quando há desgaste dos seus componentes em virtude do uso e do tempo em que ele está circulando no trânsito.

Existem, ainda, outros fatores que desvalorizam um veículo: o lançamento de modelos mais econômicos, modernos e eficientes, além de novas tecnologias utilizadas na fabricação dos automóveis.

Uma das formas de acompanhar o preço médio do seu veículo é acessando a Tabela FIPE. Ela mostra todos os valores de carros, motos e caminhões. A divulgação é feita mensalmente.

Entretanto, há outros itens que ocasionam queda no preço divulgado pela FIPE, como a quilometragem, cor da pintura o desgaste da embreagem.

O que provoca a desvalorização do carro?

A depreciação de um veículo ocorre por causa de diversos motivos: quilometragem, amassados e riscos, idade do automóvel, excesso de personalização, desgaste do pneu e da embreagem, entre outros. Conheça abaixo cada um.

Quilometragem

A regra é clara: quanto mais vezes seu veículo andar pelas ruas, maior será a desvalorização do carro. Isso ocorre porque traz desgaste para o motor e outras peças que impactam diretamente seu desempenho.

Geralmente, é comum um carro trafegar, pelo menos, 15 mil km a cada ano. Portanto, fique atento a esse esse número, combinado?

Amassados e riscos

O cuidado com seu veículo também impacta a valorização do automóvel. Afinal, ninguém quer comprar um carro com várias partes amassadas ou riscos, não é mesmo?

O segredo para manter tudo em perfeito estado é usar a direção defensiva. Na prática, você deve antecipar as situações de perigo que ocorrem no trânsito.

Para isso, é fundamental que você siga algumas dicas para não só proteger seu veículo, mas também evitar outros acidentes na pista.

Powered by Rock Convert
  • evite usar o carro após discussões na família ou com amigos;
  • evite dirigir sob uso de álcool ou outras substâncias psicoativas;
  • reduza a velocidade durante as curvas;
  • use farol baixo em caso de neblinas;
  • busque manter o foco e a concentração no trânsito;
  • transporte animais com segurança dentro do veículo;
  • mantenha a velocidade do automóvel de acordo com o limite exigido pela via;
  • confira as condições do cinto de segurança;
  • verifique a suspensão do veículo.

Essas pequenas atitudes protegem seu veículo e ajudam a mantê-lo conservado durante um bom tempo.

Idade do veículo

Outro fator importante é a idade do seu veículo, ou seja, quanto mais velho ele for, menor será seu valor no mercado. Então, se você pretende vender seu carro de 2014, provavelmente, ele não será comercializado pelo mesmo preço que você havia comprado.

Personalização do automóvel

Um dos maiores erros que os motoristas cometem é personalizar o carro de acordo com as novas tendências do mercado. Muita gente não sabe, mas veículos tunados ou com cores chamativas sofrem mais depreciação do que aqueles automóveis que seguem o mesmo padrão desde quando saíram da fábrica.

Desgaste do pneu

O pneu é outro item que a maioria dos motoristas avalia antes de compra um veículo, pois seu desgaste representa o quanto gastará com a manutenção desse equipamento ou com a troca.

Para evitar a desvalorização do automóvel, siga as dicas abaixo para manter os pneus em ótimo estado.

  • não deixe o pneu raspar nas calçadas;
  • faça rodízio periodicamente;
  • lembre-se do alinhamento, balanceamento e cambagem;
  • evite a sobrecarga;
  • lave e seque o pneu para tirar a sujeira.

A preocupação com pneus não pode estar ligada somente com o lado financeiro. O motorista também deve ficar atento com sua segurança, pois o desgaste pode trazer graves acidentes para o trânsito.

Sistema de embreagem com defeito

O sistema de embreagem é outro item que os condutores avaliam ao comprar um automóvel. Se ele estiver com problemas, seu carro será desvalorizado no mercado. Geralmente, uma embreagem dura de 100-150 mil quilômetros. No entanto, a forma como você dirige pode encurtar o tempo de vida do equipamento.

Então, tenha mais cuidado com a embreagem ao dirigir seu veículo. Em subidas, por exemplo, puxe o freio de mão em vez de pisar no pedal esquerdo. Assim, reduzirá o desgaste.

O que fazer para não ser pego de surpresa na hora da venda?

Uma vistoria de qualidade é fundamental na hora de vender um veículo. Ela consegue descobrir quais são os principais defeitos que podem desvalorizar seu carro no momento da venda.

No entanto, ela não pode ser feita de qualquer forma. É essencial contratar uma equipe especializada para analisar cada item. Caso contrário, não terá segurança quando ela for finalizada.

Neste momento, o ideal é não contratar seu mecânico de confiança. Ele pode até conferir o estado do motor ou outros itens importantes. Todavia, será mais complicado perceber se o carro sofreu algum acidente ou se foi furtado.

A Olho Vivo é uma empresa referência neste mercado quando o assunto é excelência na realização de vistorias. Ela facilita todo o processo para que os motoristas possam lucrar mais durante a venda.

A desvalorização de carro é inevitável. Porém, conseguimos reduzir alguns efeitos com pequenas atitudes. Por isso, fique atento aos sinais que seu veículo dá como: desgaste do pneu, da embreagem e de outros itens que comprometem seu desempenho no trânsito.

E você, gostou de descobrir quais são os principais fatores que provocam a desvalorização de carro? Então, antes de ir embora não deixe de assinar nossa newsletter para ficar sabendo com exclusividade de outras informações importantes a respeito do seu veículo.

Posts relacionados

Deixe uma resposta

Campos obrigatórios *