Warning: Invalid argument supplied for foreach() in /home/blogolhovivovist/public_html/wp-content/themes/gillion/inc/static.php on line 177

Blog

Descubra quais são as melhores práticas para cuidar da pintura do carro!
Veículos

Descubra quais são as melhores práticas para cuidar da pintura do carro!

Quando vemos um automóvel na rua completamente manchado, é muito comum que nos perguntemos como evitar que o mesmo aconteça com o nosso veículo, certo? Não é difícil cuidar da pintura do carro. Ainda assim, é preciso seguir algumas práticas e evitar certas ideias popularmente difundidas.

Se você já entrou em uma concessionária para comprar um veículo, certamente um dos aspectos que mais chamaram sua atenção foi a superfície do carro. Esse é o aspecto mais visível do veículo, e a pintura cumpre um papel importante na hora da compra.

Você já vai entender o que isso significa. Vamos contar, ao longo do post, quais são as boas práticas para cuidar da pintura e ajudar a deixar seu carro mais bonito, além de evitar a desvalorização na hora da negociação. Confira!

Faça o polimento

A ideia por trás do polimento é corrigir imperfeições na pintura e fazer o acabamento do veículo. Geralmente é o último passo e traz o brilho à tona. A prática também é recomendada nos casos de retoques de pintura, para tornar o brilho homogêneo.

Ainda assim, o procedimento não é apenas estético. Sabe quando a pintura fica marcada com riscos leves? O polimento pode ser uma das formas de removê-los. Sempre procure fazer uma avaliação para definir a necessidade do carro.

O processo é feito com o uso de uma boina específica para espalhar a pasta polidora pela superfície. Existem tipos variados, como fio, lã e espuma. Caso o carro esteja manchado, você provavelmente fará polimentos com mais frequência após um trabalho de pintura e aplicação de verniz.

Invista no enceramento

O enceramento é uma das formas mais simples de dar um “up” no visual do carro. Na maior parte das vezes, é indicado para veículos novos e seminovos. Aqui, a função também não se resume à estética.

Se você reparar no processo de pintura, vai ver que a camada mais superficial é o verniz. Por meio dele, é possível proteger a tinta-base, e o material não tem cor. A cera, por sua vez, tem a função de proteger o verniz.

Não existe apenas um tipo de cera. A cera em pasta, por exemplo, é mais abrasiva e tem um número maior de solventes, enquanto a líquida costuma ser usada em maior frequência e tem um efeito mais leve. Já a cera em spray serve para acabamento e pode ser usada após as outras.

Cuidado com fatores de risco

Há vários elementos que podem prejudicar a pintura ao longo do tempo. Um deles é o sol, que provoca manchas durante a lavagem. Os raios UV geram danos que podem ser difíceis de corrigir.

Ver a superfície cheia de riscos pode provocar uma aflição, não é? Cuidar da pintura do carro exige uma atenção especial a pontos como polimento e enceramento. As ceras comerciais costumam ter durabilidade de um mês, e os produtos profissionais exigem nova aplicação apenas depois de um ano.

Lembre-se de que alguns casos podem exigir desde uma repintura até trabalhos mais elaborados que os citados neste artigo. Um exemplo são as colisões, que podem danificar a própria estrutura do veículo.

Ficou com alguma dúvida sobre como cuidar da pintura do carro? Não deixe de contar para a gente nos comentários!

Related posts

Deixe uma resposta

Required fields are marked *