fbpx

Subscribe Now

* You will receive the latest news and updates on your favorite celebrities!

Trending News

Comprar carro com restrição: conheça os 5 problemas mais comuns
Vistorias

Comprar carro com restrição: conheça os 5 problemas mais comuns

A decisão de adquirir um novo automóvel traz consigo diversas atitudes que a pessoa precisa tomar: ler notícias para definir o modelo ideal, ir às lojas de seminovos, fazer test-drive e negociar bons descontos são as que vêm à mente primeiro. Porém, o interessado não pode esquecer que comprar carro com restrição gera uma enorme dor de cabeça.

Para não passar por uma situação complicada como essa, é necessário tomar alguns cuidados e conhecer os 5 tipos de restrições mais frequentes. Veja abaixo quais são!

1. Chamado de Recall

Com o lançamento cada vez mais frequente de novos modelos para fazer frente à concorrência, a indústria automotiva vem diminuindo o tempo dedicado aos testes de produto. O resultado é o aparecimento de diversos defeitos após o veículo ser disponibilizado ao mercado.

Dessa forma, o consumidor precisa ficar sempre atento para saber se o veículo desejado foi chamado para algum recall. Além disso, é preciso saber se seu proprietário atendeu ao chamado e levou o automóvel à concessionária. Caso contrário, poderá comprar um carro com um sério problema a ser resolvido.

2. Bem penhorado ou alienado

Outro grande problema é comprar carro com restrição de penhora ou alienado. Isso pode ocorrer por dois motivos: o primeiro é quando o proprietário adquire o veículo por meio de financiamento ou consórcio e não paga a dívida. O segundo é quando ele tem dívidas pessoais executadas judicialmente com bloqueio de bens.

Adquirir um automóvel desses é assumir um grande problema, com risco de perder o valor investido. Caso esteja negociando um veículo alienado, solicite o comprovante de quitação antes de fazer qualquer pagamento.

3. Restrição de furto e roubo

Assim como no caso dos bens penhorados ou alienados, comprar carro com restrição de roubo ou furto é certeza de perder dinheiro. Porém, muitas pessoas se esquecem desse detalhe e não consultam os dados do veículo junto ao Detran.

Powered by Rock Convert

Pode-se dizer que essa é a pior restrição, pois quem compra um automóvel assim perderá o valor investido e ainda terá que explicar às autoridades o fato de estar com um veículo roubado.

4. Histórico de leilão

Com a realização de leilões cada vez mais frequentes, está ficando comum encontrar veículos com esse tipo de restrição. O fato de já ter sido arrematado em algum leilão não é o maior problema, mas, sim, o que levou tal veículo a ser leiloado.

Pode ter sido leilão de renovação de frota ou de veículos tomados por financeiras, o que não é tão ruim. No entanto, também pode ter sido de leilão de seguradora, por ter sofrido uma forte colisão, o que desvalorizará demais o automóvel, além da dificuldade em contratar um seguro.

Dessa maneira, a verdade é que um carro com histórico de leilão sempre possui valor menor de mercado. Portanto, quem está comprando um carro nessa condição precisa estar ciente do seu histórico.

5. Carro rebaixado, entre outras alterações

O Código de Trânsito Brasileiro, em seu art. 98, proíbe alterações nas características originais dos veículos. Porém, muita gente ignora essa proibição e realiza diversas mudanças nos automóveis, como rebaixamento de suspensão, troca de rodas e de sistema de iluminação, por exemplo.

Porém, quem é leigo no assunto pode acreditar que o carro que está comprando saiu da fábrica daquele jeito. O problema será na hora da vistoria para a transferência de propriedade, quando o veículo será reprovado.

Depois disso tudo, vem uma notícia boa. Todos esses problemas podem ser evitados por quem é prevenido e realiza uma vistoria cautelar no veículo desejado antes de fechar o negócio. Dessa forma, comprar carro com restrição não será uma dor de cabeça para você!

Ficou alguma dúvida sobre as restrições ou tem algo interessante a dizer sobre o assunto? Então, não deixe de compartilhar conosco e com os demais leitores, deixe um comentário logo abaixo!

Posts relacionados

Deixe uma resposta

Campos obrigatórios *