fbpx

Subscribe Now

* You will receive the latest news and updates on your favorite celebrities!

Trending News

Aprenda agora como descobrir se o carro já foi batido
Veículos

Aprenda agora como descobrir se o carro já foi batido

Ao comprar seu automóvel seminovo, é preciso ter atenção a uma série de detalhes. Verificar se ele já sofreu alguma colisão é, sem dúvida, um dos mais indispensáveis. Mas a dúvida que fica é: como saber se o carro já foi batido?

Embora essa tarefa pareça complicada, a verdade que o automóvel possui detalhes que denunciam que um acidente já aconteceu. Com um pouco de conhecimento, prática e uma ajuda especializada, você vai esclarecer facilmente essa dúvida. Infelizmente, após uma batida, há uma desvalorização do veículo, assim como ocorrência de danos às peças. Portanto, é essencial estar preparado na hora de negociar.

Para te ajudar nessa tarefa, reunimos uma lista com dicas valiosas de como fazer essa análise e evitar um mau negócio. Confira!

Observe a pintura

Comece analisando sinais externos do usado ou seminovo. Ao observar a pintura, procure perceber se ela está perfeita ou se tem pequenos arranhões em função do tempo de uso. Desgastes mínimos podem indicar que a pintura original foi mantida e não houve batida. Enquanto isso, um acabamento impecável em um carro que circula por anos talvez aponte que ele passou por algum sinistro.

“Ouça” a lataria

Um truque super simples para entender se houve reparo na lataria é “ouvir” o seu som. Parece bobo, no entanto, a estrutura responde de forma diferente se for um veículo sinistrado. Para perceber se isso aconteceu, dê leves pancadas com os dedos por toda a extensão do carro.

O som emitido pela lataria será diferente quando tiver sido aplicada massa plástica. Tenha mais atenção a locais com pequenos amassados ou ondulações. Também é interessante prestar muita atenção às quinas do capô, onde as avarias são mais fáceis de serem identificadas.

Examine a simetria

A simetria do automóvel é outro detalhe externo para o qual se deve ter atenção. Se houver diferenças notáveis entre um lado do carro e o outro, pode ser que ele tenha passado por troca de peças ou mesmo ficado sem conserto após uma batida.

Por isso, procure por irregularidade em para-choques, capô, teto, laterais e porta-malas, observe o alinhamento das peças e pergunte ao vendedor o que aconteceu se encontrar algo suspeito.

Verifique faróis e lanternas

Após um acidente, o condutor costuma trocar apenas o que sofreu algum tipo de estrago. Na prática, nesse caso, um farol não será exatamente igual ao outro. Portanto, a simetria também vale como referência para analisar os faróis e as lanternas.

É principalmente nesse tipo de sutileza que você vai conseguir perceber se houve troca de peças relacionadas a uma batida. Não hesite em sempre questionar qualquer alteração, mesmo que pareça insignificante.

Procure por sinais de ferrugem no capô

Você sabia que soldas de fábrica dificilmente enferrujam? Se você tem dúvidas sobre como saber se um carro já foi batido, comece analisando esse tipo de detalhe fácil de perceber no capô.

Powered by Rock Convert

Abra a cobertura que protege o motor e verifique se há soldas enferrujadas. Caso você as encontre, saiba que esse é um indício de que o automóvel passou por conserto. Claro que essa informação não é definitiva, contudo, funciona como um importante aliado na análise das condições veiculares.

Avalie as soldas internas

Ainda sobre as soldas, aproveite o capô aberto para avaliar se há alguma entre o painel e o para-lamas. Junções novas nesse local indicam grande chance de ter ocorrido uma colisão frontal. Da mesma forma, qualquer outra solda assimétrica ou em local incomum está relacionada a consertos estruturais. Ainda que seja um trabalho minucioso, trata-se de uma opção bastante eficiente para reconhecer um veículo sinistrado.

Confira o compartimento do estepe

Como acontece na maioria dos modelos, o estepe fica na parte de baixo do porta-malas. Esse pode ser um local interessante para verificar se houve colisão traseira. Mesmo que o trabalho de funilaria fique impecável, após um acidente desse tipo, a parte em que o pneu reserva fica costuma denunciar que o carro passou por uma batida. Aqui, basta retirar o estepe e examinar o formato do compartimento. Se ele estiver oval, é sinal de alerta.

Fique atento à parte elétrica

É bem provável que você vá fazer um test drive do automóvel. Durante a condução, fique atento a tudo que acontece no carro. Se as portas ficarem travando e destravando, por exemplo, é um sinal de que a parte elétrica pode ter sido remendada. Problemas ao abrir os vidros ou o alarme que precisa ser pressionado mais de uma vez para ligar merecem atenção.

Desconfie de preços muito atrativos

Essa é uma dica que vai além da questão estrutural. Embora um preço atrativo ou um desconto sejam super bem-vindos, precisam ter alguma lógica. Confira sempre o valor indicado pela tabela FIPE e desconfie se estiver mais de 20 a 30% abaixo do que seria indicado para o modelo e ano. Benefícios ou pressa em excesso são indícios importantes de que talvez não represente o bom negócio que você imagina.

Faça uma consulta no DETRAN

Outra alternativa é verificar junto ao DETRAN se o carro já sofreu colisão. Nesses casos, o Departamento de Trânsito determina que no documento do veículo conste a indicação “SINISTRADO”.

Contudo, em certas situações, pode acontecer de essa observação não constar no papel, exigindo que você adote os demais procedimentos para ter certeza se houve sinistro.

Contrate uma vistoria veicular

Por fim, para não ficar com dúvidas sobre a integridade do carro, você pode optar pela contratação de uma vistoria veicular. Por meio desse serviço, você confere as condições de conservação do veículo e atesta a autenticidade dos documentos.

Na Olho Vivo Vistorias, são feitas análises dos itens de identificação, equipamentos obrigatórios e de segurança para verificar se o veículo é adulterado ou clonado. Dessa forma, além de saber se o veículo foi sinistrado, há também mais confiança em sua procedência.

Está se sentindo mais confiante sobre como saber se um carro já foi batido? Para negociar um usado ou seminovo com mais tranquilidade, abuse dessas dicas e nunca se esqueça de fazer uma avaliação preliminar. Na dúvida, vale a pena entrar contato com uma empresa especializada em vistorias e que seja credenciada junto ao DETRAN. Assim, você terá certeza de que está levando um veículo de qualidade para casa!

Gostou das recomendações? Então, aproveite para assinar nossa newsletter! Assim, você não perderá nenhum dos nossos conteúdos e ficará por dentro do que há de mais importante na hora de negociar o seu próximo carro!

Posts relacionados

Deixe uma resposta

Campos obrigatórios *