fbpx

Subscribe Now

* You will receive the latest news and updates on your favorite celebrities!

Trending News

Entenda de uma vez por todas como funciona o motor de um carro
Veículos

Entenda de uma vez por todas como funciona o motor de um carro

Andamos em veículos com tanta frequência que raramente nos perguntamos qual é a tecnologia usada para nos levar de um ponto a outro. Afinal, você sabe como funciona o motor de um carro? São várias condições para chegar ao resultado que vemos nas ruas, e o funcionamento não é tão simples.

É sobre isso que vamos falar neste post. Você vai entender quais são as principais partes do motor, qual é a função de cada uma e como analisar se o motor está funcionando normalmente. Confira!

Cabeçote

O cabeçote é a peça que fica na parte superior, análogo a uma “cabeça” sobre o “corpo” do motor. Sua utilidade é controlar a entrada e saída de ar dos cilindros nos blocos, o que explica o seu material, geralmente feito de alumínio.

Isso não significa que os cabeçotes sejam uma coisa só. Existem dois tipos: fluxo cruzado e unilateral. No fluxo cruzado, a admissão (entrada e saída de ar) acontece por um lado e a exaustão pelo outro. Já no unilateral, os dois eventos acontecem num mesmo lado.

Você sabe quais são os sinais de que o cabeçote não anda bem? O superaquecimento no motor pode sugerir um conjunto de problemas, provocando um excesso de fumaça e ainda danos à peça.

Válvulas

Existem vários tipos de válvulas que variam de acordo com a função. A válvula de admissão, por exemplo, é usada para promover a entrada de ar no motor. A mistura com o combustível promove a combustão, acionando o funcionamento do carro. Nesse caso, os filtros de ar interferem o processo, assim como a qualidade da gasolina ou do álcool.

Outro tipo é a válvula de escape, que expele a combinação de gases acumulados no cilindro. Essa ação é coordenada — enquanto uma válvula permanece aberta, a outra fica fechada. Os cilindros podem ter mais de duas válvulas, de acordo com a necessidade do carro.

Vela

A vela de ignição é uma peça fundamental para carros e motos. Ela fornece a faísca elétrica que dá origem à combustão do motor. Por isso, problemas na hora de dar a partida podem ser rapidamente associados à vela. O seu funcionamento ainda influencia o consumo de combustível.

Os motores mais antigos usam a vela de ignição convencional, enquanto as velas resistivas fazem parte de veículos com injeção eletrônica. A faísca é produzida no pino terminal, localizado em um dos extremos da peça.

O outro extremo conta com o eletrodo central numa ponta de níquel e contribui para reduzir o desgaste e a corrosão. Algumas versões da peça ainda são produzidas com irídio e têm uma vida útil mais longa.

Bico injetor

O bico injetor é uma das peças mais importantes dos sistemas de injeção eletrônica. Geralmente, ele funciona em sistemas de alimentação multipoint, nos quais existem vários bicos — quando sistema é single point, apenas um é responsável pela combustão.

O que essa peça faz? Na prática, o bico injetor pulveriza o combustível na câmara de combustão. Isso é feito no módulo de injeção. Quando o sistema começa a apresentar problemas, é comum observar se o bico está entupido.

Powered by Rock Convert

Como evitar problemas com o bico injetor? O primeiro cuidado é trocar o filtro de combustível a cada 10 mil km. O tempo do combustível também conta; produtos oxidados o tornam mais denso e contribuem para o entupimento do bico injetor.

Pistão

O pistão é a parte móvel do motor. Lembra da combustão de gases que citamos? Então, uma das funções é sua movimentação. O formato é cilíndrico e tem espaços para a fixação pelo pino do pistão,

Essa peça ainda conta com anéis de pistão, usados para dissipar o calor e controlar o óleo. Os anéis também precisam ser trocados com alguns cuidados na hora da manutenção, como a inserção das partes na ordem correta.

Ainda tem outro componente que atua em conjunto com o pistão: a biela, responsável por ligar a peça ao virabrequim, transmitindo a força e o movimento de forma contínua. É importante ficar de olho no desgaste natural das peças, já que isso pode desalinhar a biela.

Alternador

O alternador é o equipamento que transforma energia mecânica em elétrica. Parece complicado? Se você olhar os tópicos anteriores, vai ver que alguns itens funcionam por meio de força e movimento. O processo de transformação dessa energia se dá nos alternadores.

De onde se origina a energia mecânica? Na prática, do processo de combustão. Isso varia um pouco quando falamos de injeção eletrônica. Nesse caso, tudo tem início na fagulha provocada pela vela de ignição por corrente elétrica.

O alternador ajuda a usar a energia mecânica para recarregar a bateria. Ele conta com vários componentes, como estator, rotor, anéis coletores, escovas e regulador de tensão. É comum ter defeitos que sejam confundidos com problemas na bateria, já que o funcionamento dos dois componentes é interligado.

Cilindros

Os cilindros servem para o deslocamento do pistão e afetam a potência do veículo. Isso acontece porque a quantidade de gases combinados que entram em combustão está ligada às dimensões do cilindro. Por isso, motores maiores tendem a atingir potências igualmente altas.

Os cilindros ainda estão relacionados à economia do carro. Alguns modelos são projetados para a queima de combustível mais eficiente, fazendo com que carros com três cilindros, por exemplo, sejam a opção para consumidores localizados em áreas urbanas. Para os esportivos, há um aumento de cilindros em configurações V, W ou boxer.

Como vimos, entender como funciona o motor de um carro não é tão difícil. Basta se atentar aos detalhes de alguns componentes, além de reparar nos barulhos para verificar se alguma peça apresenta problema.

Não se esqueça de que a vistoria veicular é uma prática que pode revelar muito sobre o carro. Esse cuidado é útil em situações como a compra, venda e contratação de um plano de seguro automotivo.

Gostou das dicas? Os seus amigos têm dúvida sobre os componentes do motor? Compartilhe este post nas suas redes sociais para que mais pessoas fiquem por dentro dessas informações!

Posts relacionados

Deixe uma resposta

Campos obrigatórios *