fbpx

Subscribe Now

* You will receive the latest news and updates on your favorite celebrities!

Trending News

CNH suspensa: o que você precisa saber sobre o assunto?
Veículos

CNH suspensa: o que você precisa saber sobre o assunto?

A maioria dos motoristas tem um pouco de medo dos famosos pontos na carteira. Mas você sabe o que fazer quando está com a CNH suspensa? Quando isso acontece, você perde o direito de conduzir um veículo temporariamente.

Neste post, você vai entender o que fazer ao ter a suspensão da CNH, quais são as principais causas, quanto tempo que o documento fica suspenso e algumas dicas. Preparado? Então, vamos lá!

Qual é a diferença entre cassação e suspensão do direito de dirigir?

De forma geral, o que diferencia a suspensão da cassação é o prazo e o processo de recuperação. A suspensão ocorre depois do acúmulo de 20 pontos na carteira ao longo de um ano. A cassação, por outro lado, é mais grave e conta com o prazo de suspensão maior. Ela ocorre se o motorista for flagrado com a carteira suspensa, for reincidente ou ter histórico de condenação por infração no trânsito. Nesse caso, o motorista perde o direito de dirigir por dois anos.

O ponto principal que diferencia as duas punições é o fato de a cassação anular a validade da CNH — exigindo que todo processo para habilitá-la seja refeito do zero.

Quais são as causas da suspensão de CNH?

Embora a suspensão da CNH não seja tão grave quanto a cassação, ela ainda é uma pena mais séria que a multa. Além do acúmulo de pontos, existem outros fatores que podem provocar a suspensão, como o excesso de velocidade, 50% acima do máximo permitido, e dirigir alcoolizado ou sob efeito de drogas.

O sistema de pontos é classificatório. Isso significa que existem pesos para cada um dos tipos de infração, representado pela quantidade de pontos. Uma infração leve, por exemplo, gera três pontos. As infrações médias e graves, por outro lado, geram quatro e cinco pontos, respectivamente. Já a gravíssima gera sete pontos. Esse sistema de pontos deixa de ser considerado quando o motorista comete alguma infração autossuspensiva, como dirigir ameaçando transeuntes ou violar um bloqueio policial.

Qual é o tempo que o documento fica suspenso?

O prazo de suspensão da CNH varia de acordo com as condições da própria suspensão. Caso ela tenha sido causada pelo acúmulo de pontos, a suspensão varia de 6 meses a 1 ano. Caso você seja reincidente e cometa as infrações novamente, o prazo aumenta e passa a ficar entre 8 meses e 2 anos.

Lembra das infrações autossuspensivas citadas anteriormente? Então, elas mudam um pouco as coisas. Nesse caso, o prazo vai para 2 a 8 meses. No caso de reincidência, também ocorre uma mudança: o prazo vai para 8 meses a 1 ano e 6 meses. Existem outros fatores que alteram a punição. Por exemplo, em casos de suspensão imediata por dirigir alcoolizado, o prazo é de 1 ano. Caso você seja enquadrado por interromper ou perturbar o trânsito, o período de suspensão é o mesmo.

Powered by Rock Convert

Quais são as consequências de dirigir com a CNH suspensa?

Dirigir com a CNH suspensa pode ser o caminho direto para a cassação. Afinal, o Código de Trânsito o interpreta como uma infração gravíssima, com punição similar à de outras, como reincidência em corridas, dirigir alcoolizado, manobras perigosas etc. Se você não entregar a CNH, também comete uma infração. Nesse caso, você deve pagar o valor triplicado de uma multa de infração gravíssima, além de correr o risco de ter a CNH cassada em uma “medida administrativa”.

Nos casos em que a suspensão é uma consequência de uma decisão judicial relacionada a um crime, há o risco de o motorista ser preso. Isso porque a imprudência pode ser interpretada como um novo crime.

O que fazer ao sofrer a suspensão da CNH?

Você não precisa entregar a CNH assim que receber a notificação. Isso acontece porque ainda há a possibilidade de recorrer e tentar reverter a penalidade. Caso você apresente defesa, somente após os recursos serem negados a habilitação deve ser entregue. A primeira etapa é a prévia. Se houver erros formais nessa fase, você terá chances de anular a suspensão. Se o processo seguir, você pode passar o recurso para a JARI (Junta Administrativa de Recursos de Infrações) ou o Cetran (Conselho Estadual de Trânsito).

Como recuperar a CNH?

Com a CNH suspensa, a primeira coisa a ser feita é identificar os registros no prontuário. Essa é uma etapa importante, já que muitos motoristas não sabem qual é a origem da infração ou em que lugar as infrações ocorreram. Feito isso, é preciso esperar o período de suspensão. Depois, você vai precisar fazer um curso de reciclagem de 30 horas de duração. As matérias vão desde direção defensiva até relacionamentos.

As aulas acontecem no Detran e CFC. Para conseguir aprovação, é preciso fazer uma prova teórica de 30 questões, que exige pelo menos 21 acertos. Após a recuperação da CNH, os pontos acumulados são removidos.

Como descobrir se a CNH está suspensa?

Na maioria das vezes, você recebe um “Termo de Instauração do Processo Administrativo”. Isso é o Detran lhe comunicando com “palavras difíceis” que está suspendendo a sua habilitação. Caso o cadastro do seu endereço não esteja atualizado, a notificação não chegará até você.

Geralmente, essa notificação pode ser prevista. Como fazer isso? Basta acompanhar o acúmulo de pontos por meio do site do próprio Detran do seu estado. Você pode consultar o CNH, digitando o número da carteira e alguns dados documentais, junto ao código verificador. Além disso, você recebe uma notificação na sua residência para cada infração que cometer. Se ficar atento, é possível deduzir o acúmulo de pontos desse modo. A notificação de suspensão também é emitida no Diário Oficial.

A CNH suspensa pode ser uma grande dor de cabeça para muita gente. Mas esse é um sinal importante de que é preciso prestar cada vez mais atenção às leis de trânsito e tomar cuidado para não cometer infrações. Lembre-se de que a principal função das punições de trânsito é a educação, não a punição. Por isso, o ideal é usá-las para aprender valiosas lições sobre responsabilidade e segurança.

Gostou das dicas? Tem algum amigo com dúvidas sobre infrações de trânsito? Compartilhe este conteúdo nas suas redes sociais para que mais pessoas fiquem por dentro do assunto!

Posts relacionados

Deixe uma resposta

Campos obrigatórios *